NOTA DO INSTITUTO ANJOS DA LIBERDADE EM APOIO AO ADVOGADO JAIME FUSCO

O Instituto Anjos da Liberdade, entidade que atua no campo dos Direitos Humanos há quinze anos e congrega advogados criminalistas de todo país, vem à público manifestar-se em apoio ao advogado criminalista Jaime Fusco, que vem sofrendo ataques de diversas instituições em razão de seu ativismo em favor da paz.
As declarações do advogado foram distorcidas à serviço de da perpetuação de uma ideologia do medo na sociedade que busca legitimar uma política de segurança que tem demonstrado ser ineficaz ao fim que se destina: proteger a população.
As desastrosas estratégias de segurança publica imprimidas pelo governo do Estado do Rio de Janeiro nos anos gestão de Sérgio Cabral trouxeram-nos ao caos que vemos agora. As mortes de policiais e principalmente as mortes de moradores de áreas vulneráveis são uma lamentável rotina na cidade do Rio de Janeiro.
A formação de cartéis e parcerias de diversas facções criminosas do país, gestadas no sistema penitenciário federal são a consequência de políticas públicas que não reduziram a criminalidade no Estado nem trouxeram segurança a população. Nesse contexto manutenção de presos fluminenses no sistema penitenciário federal foram um dos elementos dessa política de segurança, ao argumento de que tais presos continuariam liderando o tráfico ainda que afastados do Estado.
Não existe nada mais esquizofrênico do que dizer que embora ministrado em doses cavalares um medicamento e ele não ter produzido resultados, a solução é a continuidade de um tratamento reconhecido inócuo por quem o prescreveu.
Politica de segurança publica com derramamento de sangue de inocentes não é o que a sociedade espera.
O Instituto Anjos da Liberdade repudia ações de segurança que impliquem na vitimização de moradores de comunidades carentes que merecem o mesmo tratamento de qualquer cidadão fluminense.
A proposta trazida pelo advogado Jaime Fusco, nos moldes em que foi formulada, antes das distorções feitas por quem não tem compromisso com a verdade, é de uma lucidez esperável num cenário de diálogo comprometido, realmente com a segurança e bem-estar da população, tal como se deu em vários países do mundo, à exemplo da Colombia que superou a pior crise de segurança fazendo com que o chefe de Estado fosse inclusive reverenciado e agraciado com o prêmio Nobel da Paz.
As comunidades vulneráveis são exatamente o berço de muitos presos transferidos para o sistema penitenciário federal há muitos anos. A lei prevê que o preso permaneça lá por um ano, renovando, excepcionalmente por mais um. Houve uma distorção por parte do executivo do Rio de Janeiro, subvertendo a destinação do Sistema Penitenciário Federal. Por outro lado, existem laços dos traficantes criados com as comunidades e de solidariedade recíprocos, havidos partir da “desescravização” tardia do Brasil, que hipocritamente se tenta negar.
Diante desse cenário de injustiça ao advogado acima citado, O Instituto Anjos da Liberdade, por todos os advogados que compõem a sua diretoria, manifestam total apoio e solidariedade ao respeitável colega Jaime Fusco.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s